Investimentos8 de fevereiro de 2022 Tempo de Leitura: 5 minutos

5 dicas para fazer investimentos inteligentes

Por Redação Nexoos

investimentos inteligentes

O número de pessoas interessadas em investir não para de crescer, mas será que todos esses novos investidores sabem como fazer investimentos inteligentes? 

Se você está começando e tem dúvidas, não se assuste, você pode conseguir bons lucros, mas apenas fazendo investimentos inteligentes.

Os investimentos inteligentes não são uma classe específica, como o Tesouro Direto ou a Bolsa de Valores, por exemplo. Eles são aqueles feitos de forma sábia pelo investidor, respeitando seu perfil, condições financeiras e objetivos.  

 

Mas por onde começar?

O primeiro passo é buscar conhecimento. Não dá para investir sem conhecer alguns conceitos básicos ou seu perfil de investidor, por exemplo. Por isso, tudo começa pelo interesse do investidor em aprender mais sobre como investir de forma diversificada e inteligente.

Quer saber como se preparar? Confira cinco dicas para fazer um investimento inteligente da melhor forma possível. 

 

1 – Saiba qual é o seu perfil de investidor

Ao conhecer o próprio perfil de investidor, é possível escolher ativos assertivos que estejam de acordo com a sua vida financeira e com os objetivos que você quer alcançar. Para isso, saber quais são os três perfis existentes pode te auxiliar nesse processo. 

Divididos em três tipos, os perfis variam entre conservador, moderado e arrojado. Como o próprio nome sugere, o conservador é aquele que evita grandes riscos e prefere formas de investimento mais seguras, mesmo que o retorno seja menor. 

Entre os tipos de investimentos conservadores, destacam-se os fundos de renda fixa, Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA.

No caso dos investidores moderados, há uma mistura de ativos em sua carteira, que é composta tanto por ativos de baixo risco quanto por ativos de médio risco, em busca de uma rentabilidade acima da média. 

Em geral, esse investidor tem um pouco mais de conhecimento para aumentar sua carteira, mas não a ponto de arriscar e perder algum dinheiro.

Alguns exemplos de investimentos moderados são fundos multimercados, debêntures, fundos de ações, fundos imobiliários e Letras Financeiras.

Já os investidores arrojados são aqueles que buscam maior retorno e, para isso, não se importam em correr riscos maiores. 

No entanto, ainda trabalha com uma carteira que inclui também opções com perfil conservador e moderado. Ou seja, a rentabilidade está em primeiro lugar.

Os investimentos arrojados mais famosos do mercado são operações na bolsa com derivativos, peer-to-peer lending, ações e fundos de investimentos, por exemplo.

Para fazer investimentos inteligentes, é preciso ter atenção com as próprias necessidades e um planejamento financeiro condizente com o que será investido. 

Se você ainda não sabe qual é o seu perfil de investidor, é útil saber mais sobre o assunto para investir de forma mais assertiva. 

 

2 – Trace objetivos para seus investimentos

análise de investimentos

 

Depois de descobrir o seu perfil de investidor, você terá melhores parâmetros para direcionar os seus objetivos. Com o perfil, é possível se planejar de acordo com a sua tolerância a riscos e expectativa de retorno, tendo como base as metas que você quer alcançar. 

Uma dica: não invista apenas para ter mais dinheiro. Os investimentos inteligentes são aqueles que o investidor tem um ou mais objetivos definidos. Antes de investir, escolha o destino que deseja dar ao lucro obtido. Comprar um imóvel, preparar-se para a aposentadoria, viajar ou estudar?

Se você precisa de uma quantia alta de dinheiro em pouco tempo, investimentos de maior risco são os mais indicados para o seu caso. No entanto, se a sua tolerância aos riscos for baixa, isso pode prejudicar seus aportes, em especial, os feitos em investimentos a longo prazo, que demandam mais tempo e paciência. 

Fazer investimentos inteligentes é se programar conforme suas capacidades e metas, de maneira que seja possível atingir seus objetivos sem se estressar durante o processo. 

 

3 – Conte com uma assessoria ou especialistas

As decisões sobre quando, onde e quanto investir devem ser baseadas em fatos, em conhecimento e o mais indicado é que os investidores aprendam mais sobre o mercado para aumentar o retorno de seus investimentos.

Porém, o conhecimento leva tempo para ser adquirido e para aqueles que ainda não se sentem 100% seguros, o mais indicado é buscar por apoio especializado. 

Procurar especialistas ou uma assessoria é essencial para fazer investimentos inteligentes. Para aqueles que estão começando a investir, esses profissionais ajudam a fazer um plano de investimento que direciona o capital da forma correta. 

Dessa forma, é possível encontrar os investimentos corretos conforme o perfil e objetivo do investidor. Os investimentos inteligentes levam em conta essas premissas, de forma que o retorno e a expectativa sejam sempre equilibrados. 

 

4 – Diversifique sua carteira de investimentos 

Um dos principais motivos para a diversificação de investimentos é a incerteza do mercado e cenário econômico, é difícil prever com 100% de certeza que um investimento será o mais rentável disponível.

Mesmo ao fazer a escolha da melhor aplicação possível, fatores externos alteram as taxas de retorno e o tornam um mau negócio. Pois, cada tipo de investimento reage de formas diversas as mudanças políticas, econômicas e sociais.

Ao diversificar sua carteira, você diminui os riscos de perder dinheiro, pois o capital que foi investido está dividido, sendo essa uma das formas de investir dinheiro mais inteligentes. 

 Seja qual for o seu perfil ou objetivo a ser atingido por meio dos investimentos inteligentes, é necessário que haja a diversificação da sua carteira. Por meio da diversificação, é possível conhecer diferentes ativos e se entender cada vez mais com o mercado financeiro e formas de investir. 

Um bom investidor é aquele que trabalha com várias aplicações ao mesmo tempo. Isso vale mesmo se o seu perfil de investidor for o arrojado. Em nenhum cenário, vale a pena apostar todas as fichas em um único caminho.

 

5 – Tenha uma reserva de dinheiro

É comum que alguns investidores assumam dívidas na expectativa de valorização de um ativo. Quando isso não acontece, porém, eles sofrem com os prejuízos. 

Esse é um dos motivos que tornam a reserva de dinheiro um item essencial para investidores, já que não se deve contar com os futuros rendimentos de uma aplicação. 

A reserva é essencial, pois ajuda o investidor durante o período do investimento, em especial quando há uma grande valorização de ativos específicos ou o retorno é menor que o esperado.  

 

Investimentos inteligentes e outras soluções? Conheça o P2P

O P2P é uma alternativa para os investidores aplicarem o seu dinheiro. Esse modelo de aplicação permite que empresas consigam fazer empréstimos de forma direta para pessoas físicas e jurídicas. O processo funciona como um investimento coletivo. 

O diferencial é que o pagamento é feito a juros menores, se comparado aos praticados por outras instituições. Ou seja, o investidor arca com menores encargos. Não há taxa de administração, por exemplo, comum em algumas aplicações. 

Assim, o retorno esperada para o investidor acaba sendo maior. Na Nexoos, quem investe em peer-to-peer pode ter retornos de até 60% ao ano, ou seja, rendimentos superiores a aplicações como CDB e Tesouro Direto. 

O investidor ainda recebe de volta a sua aplicação por meio de parcelas mensais. Ou seja, há mais retorno do que aplicações com datas longas de vencimento, dado que o investidor consegue sacar os rendimentos todos os meses e reinvestir esse dinheiro.

Esta opção abrange os mais variados perfis. Ou seja, quem é mais conservador, por exemplo, mas já tenha ampliado os seus investimentos em outros meios de aplicações, pode investir no P2P lending, alocando uma pequena parcela de sua carteira. 

A Nexoos oferece, dentre outras soluções, a mediação para o empréstimo Peer-to-Peer — uma ótima opção para quem procura lucro acima da média e tem alta tolerância a riscos.

 Conheça mais sobre a Nexoos e converse com a nossa equipe!

 

investidores

Redação Nexoos

Compartilhe este Artigo   

Deixe seu comentário

Os comentários estão fechados.

Precisa de dinheiro para impulsionar seu negócio?

Insira o valor desejado entre R$15.000,00 e R$500.000,00 para iniciar sua cotação.

Artigos Relacionados

Inscreva-se em
nosso Blog!

Receba, em primeira mão, conteúdos exclusivos sobre empreendedorismo e investimentos.