rendimento poupança

Saiba como funciona o rendimento da poupança

Você sabe como funciona o rendimento da poupança? O investimento mais tradicional do mercado financeiro conta com o maior número de investidores do Brasil, ainda assim, muitos não sabem como ele funciona, nem como seus rendimentos são calculados.

Segundo pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 65% das pessoas entrevistadas guardam seu dinheiro na poupança, dado que reflete sua força entre a população.

A segunda opção mais citada, com 25%, é deixar o dinheiro em casa, alternativa que não traz rendimentos sólidos para o investidor. Esses dados indicam o perfil conservador do brasileiro na hora de investir.

Independentemente do seu perfil de investimento, saber mais sobre os ativos tradicionais são uma boa opção para, quem sabe, diversificar a sua carteira de investimentos. Confira com a Nexoos mais informações sobre essa modalidade de investimento.

Como o rendimento da poupança funciona?

A caderneta de poupança é uma conta de Renda Fixa que oferece um rendimento mensal, basta apenas que uma conta seja aberta em uma instituição financeira. O rendimento da poupança é o mesmo em todos os bancos e ele é creditado na conta a cada 30 dias, sempre no dia de aniversário mensal da aplicação.

Ou seja, se você aplicar na poupança no dia 15 de um mês, no dia 15 do próximo mês ele apresentará o rendimento estipulado. No caso de as aplicações serem feitas nos dias 29, 30 ou 31, a data passa para o dia 1º do mês seguinte.

O rendimento da poupança só é considerado após o período de 30 dias. Caso você retire parte do dinheiro antes desse prazo, o valor apresentado será o do mês anterior.

Muitos escolhem investir na poupança porque ela é uma modalidade de investimento que não exige nenhum tipo de taxa de manutenção. Além disso, ela tem cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que é limitada a R$ 250 mil por CPF e instituição financeira.

Como calcular o rendimento da poupança?

A rentabilidade da poupança é igual em todos os bancos, porque ela é baseada na taxa Selic, que é a taxa básica de juros da economia brasileira. São feitas duas contas diferentes para calcular os juros da poupança. Veja:

  • Caso a taxa Selic feche o ano com uma porcentagem inferior a 8,5%, a poupança renderá 70% da Selic no período,
  • Caso a taxa Selic feche o ano com uma porcentagem superior a 8,5%, o valor que ela renderá será a taxa referencial, mais 0,5% ao mês.

A taxa referencial é o resultado da média de rendimentos dos juros prefixados dos CDBs (Certificado de Depósito Bancário).

Vale a pena investir na poupança?

Os juros da poupança apresentam rendimentos baixos quando comparados com outros investimentos do mercado financeiro, no entanto, ela é uma boa opção para quem está juntando um montante ou pode precisar do dinheiro a qualquer momento. Porém, ela não é uma boa opção para quem deseja obter ganhos maiores.

De qualquer forma, mesmo que a rentabilidade de poupança seja pequena, vale deixar o seu capital investido nela, e não em contas correntes comuns, por exemplo. Nessas contas, o dinheiro não rende, tornando a poupança uma opção melhor. 

Por ser atrelada à taxa Selic, a caderneta de poupança é um dos investimentos mais seguros do mercado, com risco baixo e que confere alta rentabilidade, já que você pode realizar saques a qualquer momento, independentemente do tempo aplicado. 

O site do Banco Central disponibiliza um simulador da poupança para você saber quanto o seu dinheiro rende na conta. Nele, é possível conferir também o rendimento da poupança ao longo da história da caderneta.

Rentabilidade dos investimentos de Renda Fixa

A poupança é considerada um investimento com baixa rentabilidade em comparação a outros títulos de Renda Fixa, como CDB e Tesouro Direto, no entanto, ela é o único, entre esses títulos, isento de Imposto de Renda (IR). 

Confira abaixo um comparativo entre a rentabilidade da poupança e dos outros títulos citados. As taxas elencadas são brutas, ou seja, sem desconto do Imposto de Renda no caso do CDB e do Tesouro Direto. Os números são referentes ao dia 20 de julho de 2019. Confira:

  • Poupança: 5,3%;
  • CDB de 110% do CDI: 7,6%,
  • Tesouro Direto prefixado 2022 LTN: 8,1%.

Se você prefere uma aplicação com maior possibilidade de ganho, confira as soluções financeiras da Nexoos! Oferecemos rendimento de 100% do CDI na Conta Nexoos, o que traz ganhos maiores que os da poupança, enquanto você decide onde quer reinvestir seu capital.

Como funciona o rendimento na Nexoos

Com a Nexoos, você tem à sua disposição rentabilidades constantes que variam de 14% a 63% ao ano. Todas as empresas que estão disponíveis para receber aportes passaram por um rigoroso processo de análise de crédito, que avalia e pontua o risco de cada investimento.

Dessa forma, você pode investir em empresas tendo uma rentabilidade superior à média do mercado, e ajudando a desenvolver a economia local, tudo isso sem burocracias e 100% on-line. Converse com a nossa equipe e saiba mais sobre as soluções financeiras da nossa plataforma de marketplace lending.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Rolar para cima