Análise SWOT

Análise SWOT: entenda como ajuda o seu negócio

Você sabe o que é a análise SWOT? Em conjunto com o planejamento estratégico, essa análise possibilita o crescimento das empresas, ao avaliar e estabelecer metas para que o negócio apresente melhores resultados.

Independentemente do porte da empresa, a análise SWOT é uma ferramenta indispensável para que seu negócio seja diagnosticado. Ela possibilita que você conheça profundamente os pontos fracos e fortes, estando apto para resolver os problemas de maneira eficaz. 

Entenda a análise SWOT

A análise SWOT é uma abreviação de quatro palavras em inglês (strenghts, weaknesses, opportunities e threats), que, ao serem traduzidas para o português, formam a abreviação FOFA (forças, fraquezas, oportunidades e ameaças). 

Essa ferramenta tem como objetivo analisar e avaliar um empreendimento, tanto o seu ambiente interno como o externo, buscando formas de combater possíveis problemas e melhorando os ambientes de trabalho.

A análise SWOT é uma peça essencial em um planejamento estratégico, ela possibilita que sejam detectados os pontos fortes e fracos, além das possíveis oportunidades e diferenciais diante do mercado. 

Aspectos internos 

Os aspectos internos englobam as siglas “S” e “W” da matriz SWOT, avaliando todas as questões próprias da empresa, ou seja, todos os elementos que podem afetar os negócios, tais como:

  • Lista de clientes assíduos;
  • Cultura organizacional da empresa;
  • Equipamentos usados diariamente;
  • Existência de filiais, sedes ou possíveis investimentos;
  • Presença de uma equipe própria ou terceirizados,
  • Políticas internas.

Dessa forma, o gestor terá controle dos aspectos internos da sua empresa, podendo listar suas forças e fraquezas nos dois quadros superiores da análise SWOT

  • Strengths (S) ou forças: aqui você precisa se perguntar quais as vantagens do seu negócio diante da concorrência. Quanto mais importante forem esses elementos mais fortes são essas características, 
  • Weaknesses (W) ou fraquezas: como o nome sugere, são os elementos que prejudicam o seu negócio. 

Aspectos externos

A análise SWOT de uma empresa, além de avaliar os aspectos internos, também precisa verificar a parte externa, ou seja, toda a parte que não está no controle da empresa. Alguns exemplos são:

  • Taxas e juros do mercado financeiro;
  • Guerras e conflitos;
  • Questões políticas, legislação, normas e eleições;
  • Crises econômicas,
  • Variações de câmbio.

Com os aspectos externos é possível estabelecer as oportunidades (O) e as ameaças (T), elementos essenciais para traçar planos estratégicos, já que torna possível observar cenários favoráveis e desfavoráveis ao crescimento da organização.

  • Opportunities (O) ou oportunidades: são características não controláveis que favorecem os negócios, como mudança do cenário político,
  • Threats (T) ou ameaças: são eventos de caráter negativo, e podem ser previstos com pesquisas.

Elabore a sua estratégia de negócio com a análise SWOT

O desenvolvimento de uma análise SWOT é parte fundamental de um planejamento estratégico. Como você já pôde ver acima, ele possibilita ao gestor entender todos os aspectos de sua empresa.

Depois de entender o modelo de análise SWOT, agora é o momento de aprender a colocar em prática. A matriz é composta por um quadrado dividido em quatro partes iguais, no lado esquerdo ficam as forças e fraquezas, enquanto no lado direito, as oportunidades e ameaças. Veja como elaborar a análise.

Defina quais são as suas forças

Ao pensar nas forças da sua empresa, você deve analisar em que o seu negócio é referência ou qual é o diferencial diante da concorrência. O quadrado da análise SWOT deve ser preenchido com o que a sua empresa faz de melhor, considerando aspectos internos.

Encontre as fraquezas da sua empresa

As fraquezas encontradas dentro de uma empresa podem contribuir para a sua estagnação. Na análise SWOT, são expostas fraquezas relacionadas à falta de recursos, localização da sede, falha de comunicação, baixo desempenho, entre outras.

Todas essas fraquezas são relacionadas aos aspectos internos da empresa, portanto, elas são deixadas nas mãos do gestor, para que seja feita a resolução desses problemas.

Aponte as oportunidades e ameaças ao seu negócio

Depois de listar as forças e as fraquezas da sua empresa, agora é a vez das oportunidades e ameaças. Diferentemente da análise interna que você fez, as oportunidades são uma avaliação dos aspectos externos da sua empresa, ou seja, como o seu negócio interage com a sociedade.

Mudanças políticas, crises econômicas  e conflitos ao mesmo tempo que podem gerar ao seu negócio uma oportunidade no mercado, também podem significar uma ameaça à sua empresa. 

Para que a sua empresa não fique sempre exposta a essas situações, você precisa sempre estar atento às notícias e fazer pesquisas constantes da concorrência e do mercado em que a sua empresa atua.

Cresça com a Nexoos!

A Nexoos trabalha como uma plataforma de marketplace lending na conexão de empreendedores e investidores, com processos 100% digitais, rápidos e seguros, além de conseguir aprovação do empréstimo em até 2 dias.

Saia do tradicional com a Nexoos. Aqui, nós disponibilizamos empréstimos empresariais sem burocracias e com maiores oportunidades de crescimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Rolar para cima