Inadimplência: tudo o que o investidor precisa saber

Confira 4 dicas para lidar com clientes inadimplentes

A crise econômica que se instalou no país trouxe severas complicações em todos os setores de negócio. Empresários sofrem com o corte de gastos e, para piorar a situação, a quantidade de clientes inadimplentes está subindo cada vez mais.

Nessa época de incertezas, o empreendedor deve se precaver contra os erros de gestão financeira e tarefas de controladoria. Lidar com clientes inadimplentes é uma das mais constrangedoras delas, porém existem meios de facilitar esse processo.

Para que você conheça as melhores maneiras de agir nessa situação, confira nosso post. Nele trouxemos 4 dicas imperdíveis de como otimizar sua gestão de cobrança. Confira!

1. Use a tecnologia ao seu favor

Organização financeira é um fator chave para lidar com a inadimplência. Ela possibilita um forte controle da situação monetária da empresa. Dessa forma, é importante que o gestor se utilize de formas adequadas para acompanhar a situação de perto.

Normalmente, as ferramentas mais utilizadas são planilhas eletrônicas ou cadernos de anotação manual. Apesar de eficientes, hoje já existem outras tecnologias capazes de otimizar a gestão do empresário, fornecendo informações precisas sobre seus clientes.

Esses são os softwares de gestão financeira que podem ser encontrados gratuitamente na internet para você baixar. Eles oferecem serviços de boleto, relatórios periódicos, aviso por e-mail e outros. Alguns deles:

  • Controle de Vendas;
  • Meus pedidos;
  • Evernote.

2. Crie formas de prevenção

Evitar a inadimplência antes que ela aconteça não é impossível. Algumas práticas simples por parte da empresa poderão diminuir a ocorrência. Veja quais:

  • Afastar os maus pagadores;
  • Premiar os bons pagadores;
  • Avisar antes de vencer a dívida.

Outro ponto interessante seria contratar uma consultoria para o controle de crédito. Essa empresa teria algumas informações relevantes sobre o cliente, como: se ele já possui alguma outra dívida pendente ou se está negativado.

3. Negocie com os clientes inadimplentes

Naturalmente, um cliente inadimplente se encontra nessa situação justamente por não possuir meios de cumprir com sua obrigação. Dessa forma, mesmo que a empresa entre em contato e seja agressiva na petição do valor a ser cobrado, o cliente pode simplesmente negar a cumprir o acordado.

Entre os maiores argumentos dos clientes está a falta de opções na hora de efetuar o pagamento. Por isso, é interessante que a empresa tenha um plano de medidas para fornecer aos seus clientes alguns benefícios e maneiras versáteis de quitar suas dívidas, por exemplo:

  • abono de juros ou multas;
  • descontos ou devolução do serviço/produto;
  • parcelamento dividido em mais prazos.

4. Seja compreensivo e cordial

A maneira como abordar o cliente é essencial para dar sequência às negociações, pois, ele pode se sentir ofendido. Desse modo, a empresa passará por uma relação difícil de administrar, além de correr o risco de esperar um longo período até reaver o seu valor.

Para evitar esse tipo de cenário indesejável, o gestor deve preparar sua equipe para que aborde os clientes de forma correta, com cordialidade e objetividade. Observe algumas técnicas:

  • Utilizar sempre os pronomes de tratamento “Senhor” e “Senhora”;
  • Usar um tom de voz amigável e compreensível;
  • Nunca chamar o cliente de devedor;
  • Oferecer soluções práticas e ser objetivo quanto às dúvidas do cliente.

Infelizmente, os clientes inadimplentes vão se tornando cada vez mais comuns dentro de uma economia fragilizada como a brasileira. Contudo, ao tomar medidas de gestão de cobrança e adotar um forte planejamento estratégico, uma empresa pode lucrar até em tempos de crise.

Esse conteúdo foi relevante para você? Deixe sua opinião nos nossos comentários, ela nos ajuda a crescer cada vez mais!

7 comentários em “Confira 4 dicas para lidar com clientes inadimplentes”

  1. Caso o cliente não pague, quem é o responsável por negociar, e, se preciso, negativar a empresa nos órgãos de proteção ao crédito?

    1. Olá Victor, tudo bem?!

      A Nexoos trata como inadimplentes todas as empresas que vierem a atrasar seus pagamentos em 60 dias ou mais.

      Em caso de atraso de 60 dias ou menos, há ocorrência de multa de 2% do valor em atraso + juros de mora de 1% ao mês (0,034% ao dia) + juros remuneratórios sobre o período de atraso.
      Realizamos dentro deste período procedimentos de cobrança extra-judiciais afim de garantir a regularização do débito.
      Após 60 dias, é efetuada a cessão da dívida, inclusão da mesma nos orgãos de crédito, e início dos procedimentos de cobrança judicial.
      Todos estas providências são de responsabilidade da própria Nexoos e o investidor tem a possibilidade de acompanhar a cobrança extra judicial através de updates na plataforma, e judiciais nos tribunais de justiça de cada estado correspondente.
      Ressaltamos que este tipo de situação é muito raro e temos um percentual baixíssimo (2,20%) de inadimplência.

  2. Vinicius Peres

    A empresa tomadora paga um boleto mensal para cada investidor? Não seria melhor pagar um único valor e este ser rateado proporcional a cada investidor?

  3. O que significa essa cessão da dívida em caso de atraso após 60 dias? A dívida é vendida a empresa especializada em cobrança? Se sim, a que preço e qual seria o deságio para o investidor?

  4. Césare Luiz

    OLá, lendo uma resposta vi o comentário no índice de 2,20% , este índice de inadimplência é sobre o atraso ou é referente à perda? Poderia me relatar melhor sobre a inadimplência?

  5. Infelizment enão passa credibilidade se a empresa não colocar um imóvel. E deve ser informado melhor como é calculado o risco bem como dados como balança, DRE e DFC da empresa devem ser compartilhados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Rolar para cima