Planejamento tributário

Desenvolva o planejamento tributário do seu negócio

Saber quais tributos incidem sobre cada empresa no mercado financeiro não é uma tarefa fácil. Mesmo os regimes para setores específicos como o Lucro Real causam dúvidas para os gestores, por isso é essencial um planejamento tributário.

Apesar de não ser o objetivo, muitas vezes o sistema tributário é negligenciado ou calculado de maneira errada, devido ao conjunto enorme de regras ao qual as empresas estão sujeitas. Para facilitar a compreensão do planejamento tributário da sua empresa, nós separamos algumas dicas e definições. Confira.

Entenda o planejamento tributário

O planejamento tributário é a administração dos pagamentos de tributos de cada empresa, além do estudo e elaboração de estratégias para diminuir o impacto dos tributos no fluxo de caixa. 

É comum que esse planejamento cause dúvidas entre os empreendedores, já que é uma maneira legal de tentar diminuir o impacto da carga fiscal. O gestor fica responsável pela escolha dos regimes tributários mais benéficos para o seu negócio.

Para fazer o planejamento tributário nas empresas, os empreendedores podem optar por quatro modalidades: operacional, estratégica, preventiva e corretiva.

Estratégica

Para fazer a contabilidade e planejamento tributário do seu negócio, os tipos mais comuns são o operacional e o estratégico. Esse último é a decisão de enquadramento da sua empresa no regime tributário mais conveniente para a redução de gastos, além do conhecimento das características fiscais de cada setor.

Antes de fazer o planejamento operacional, a sua empresa deve já estar enquadrada em um regime, para que seja possível elaborar e colocar em prática estratégias que a beneficiem. Sendo assim, estamos falando sobre estudar, analisar e buscar informações sobre todos os tributos fiscais. 

Operacional

Entre os tipos de planejamento tributário, a modalidade operacional são as normas e culturas dentro da empresa, que já estão previstas na regulamentação. Ou seja, para que todas os tributos sejam pagos nas datas corretas, você precisa administrar o seu tempo e tarefas, alinhando com o setor de contabilidade.

Preventivo

O planejamento tributário preventivo é o desenvolvimento contínuo de estratégias e manuais. Apesar de ser menos conhecido, ele é essencial para as empresas, evitando que elas fiquem atreladas aos tributos errados ou aos mais custosos.

Corretivo

Ao contrário do preventivo, o planejamento tributário corretivo é posto em prática quando é detectada alguma anomalia. Esse é um método em que são analisadas as alternativas que podem resolver o problema, diminuindo as chances de a empresa se expor ao fisco.

Regimes tributários para a sua empresa

Entre as decisões de um planejamento fiscal e tributário, o enquadramento do seu negócio é o mais importante. Essa é uma escolha feita anualmente pelo gestor, que afeta o modo com que a empresa registra e paga seus impostos.

Os regimes tributários são divididos em quatro categorias, sendo a última uma modalidade especial, caso se encontre alguma inconsistência nos dados fiscais. São elas:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Real;
  • Lucro Presumido,
  • Lucro Arbitrado.

Etapas de um planejamento tributário

Agora que você sabe o que é planejamento tributário e a sua importância para a prosperidade de um negócio, nós reunimos algumas sugestões de como montar o seu planejamento.

Peça ajuda!

A primeira dica e mais valiosa é pedir ajuda. Se você não conhece o setor financeiro ou sua empresa não possui um gestor financeiro, é hora de buscar por quem conheça a incidência dos tributos. 

Apesar de ser fácil deixar tudo nas mãos de quem entende, procure também se informar. É importante que você conheça a situação da sua empresa e se ela está enquadrada no melhor regime tributário.

Faça um cronograma

A definição do cronograma com as próximas etapas e responsabilidades é outra etapa importante ao realizar o planejamento tributário da sua empresa, já que você estará controlando os riscos de inadimplência.

Junte as informações necessárias para o cálculo tributário

Ao fazer o planejamento tributário, cada negócio precisa reunir informações essenciais para que sejam realizados os cálculos dos tributos. Veja abaixo os principais dados:

  • Despesas operacionais;
  • Quadro societário;
  • Investimento e suas fontes de recursos;
  • Faturamento;
  • Compras;
  • Serviços tomados pela empresa;
  • Margens de lucro por atividade econômica,
  • Despesas com folha de pagamento.

Analise a situação da empresa

Com todos os dados da empresa, o próximo passo é analisar a sua situação e simular possíveis cenários tributários. Ou seja, avaliar se mudar o regime tributário será benéfico para a empresa. Os pontos a serem considerados são:

  • Receita: se haverá impacto no setor de atuação e no perfil do consumidor;
  • Lucro: se a mudança irá elevar ou diminuir os lucros;
  • Compra: se haverá mudanças nos créditos tributários;
  • Mão de obra: impactos nos recursos humanos,
  • Despesa de operação: se haverá gastos na mudança tributária.

Desenvolva seu negócio com a Nexoos!

Quer expandir o seu negócio? Na Nexoos você consegue consegue empréstimos empresariais sem garantias, além de ter a aprovação em até dois dias. Aqui, nós ampliamos as oportunidades de crescimento com o modelo marketplace lending, que junta empreendedores e investidores em processos 100% digitais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Rolar para cima