Empreendedorismo29 de outubro de 2021 Tempo de Leitura: 9 minutos

Tudo que você precisa saber sobre Empréstimo para Empresas

Por Redação Nexoos

header empréstimo para empresas

Como qualquer pessoa que administra um negócio, você quer fazer ele crescer para oferecer o melhor serviço aos clientes, né? Mesmo que você já tenha um negócio ou esteja começando agora, existe um tipo de empréstimo para empresas que atende as suas necessidades. 

Para saber como os empréstimos funcionam, qual tipo é o ideal para sua necessidade e como solicitar, continue lendo este artigo e encontre as respostas para essas e mais perguntas. Boa leitura!

 

Como funciona o Empréstimo para Empresas?

O empréstimo para empresas é um tipo de financiamento fornecido aos negócios para diferentes fins, como a Expansão de Time, Abertura de Filiais, Compra de Maquinário e Equipamentos, Estoque, Logística e Marketing, entre outros. Assim, emprestar dinheiro para uma empresa é uma maneira de trazer um saldo extra no fluxo de caixa necessário para administrar o negócio. 

Com o tempo, os diferentes tipos de empréstimo para empresas evoluíram para ajudar quem busca empreender a cumprir seus objetivos. Portanto, cada método e condições são diferentes e vão depender das suas necessidades.

 

Tipos de empréstimos

banner 1 empréstimo para empresas

 

Linha de Crédito

Uma linha de crédito é semelhante ao cartão de crédito: você pode obter o empréstimo até certo limite e apenas pagar juros sobre a quantidade de dinheiro usada. Se você usar uma pequena linha de crédito, será capaz de sacar os fundos e pagá-los em quantas vezes quiser, desde que não ultrapasse o seu limite de crédito.

Assim, você não terá que pagar o juros de volta por fundos que seu negócio não precisa. Como alternativa, existem diversas opções de instituições financeiras e do próprio Governo, que podem ser úteis para o cenário atual da sua empresa.

 

Capital de Giro

Os empréstimos de capital de giro são usados para financiar as operações cotidianas do seu negócio. Elas podem incluir contas como aluguel, folha de pagamento, compra de estoque, pagamentos de dívidas, entre outros. Em comparação com os demais empréstimos, ele apresenta prazos mais curtos e valores menores. 

Se você tem um negócio sazonal, esse empréstimo para empresas fará toda a diferença na compra de estoque. Por exemplo: imagine que você é varejista e a maior parte da sua receita anual está concentrada no Natal. Usando o empréstimo, você pode investir em seu catálogo no começo do ano e se preparar para os meses intensos que virão.

Para calcular o valor total necessário é preciso subtrair todo ativo circulante (tudo que pode ser convertido em dinheiro) pelo passivo circulante (obrigações do negócio). Em outras palavras, o mais importante aqui é o valor que será usado nos próximos meses, além do dinheiro que já é destinado para as despesas do mês atual.

 

Financiamento de equipamentos

Isso pode ser útil para substituir equipamentos existentes ou comprar novos, à medida que a sua empresa cresce. Na maior parte das vezes, esse empréstimo exige menos documentação do que outros tipos, para que você possa receber o dinheiro com mais rapidez.

Ele é auto-garantido, ou seja, o equipamento que você comprou vai funcionar como garantia para o empréstimo. Além disso, o prazo costuma levar em consideração a vida do equipamento, com os rendimentos do empréstimo.

 

Refinanciamento 

Aqui, o processo envolve conseguir um novo empréstimo para pagar o seu empréstimo original. Em seguida, você faz pagamentos sobre essa nova compra.

Existem muitas vantagens dessa modalidade, mas talvez a maior delas seja a taxa de juros reduzida, o que pode resultar em pagamentos mensais bem menores. Além disso, vale destacar que esse empréstimo para empresas também pode oferecer a oportunidade de conseguir dinheiro extra para ajudar na expansão da empresa e no surgimento de novos negócios. 

 

Antecipação de Recebíveis

Também conhecido como empréstimo a curto prazo, esse processo faz o pré-pagamento durante um prazo para pagar a dívida ou empréstimo parcelado, antes da data de vencimento. Isso pode ser a liquidação de um projeto de lei ou uma despesa operacional, que fecha a conta antes da data de vencimento. 

Na visão de quem comprou, um pré-pagamento é registrado como débito na conta de despesas pré-pagas e um crédito na conta à vista. Quando o item pré-pago é consumido, uma conta de despesas relevante é debitada e a conta de despesas é creditada. 

Isso pode acontecer em três cenários:

  • Quando quem comprou busca tratamento preferencial para um pedido;
  • Ou essa pessoa está influenciada pela contabilidade e quer registrar uma despesa antecipada;
  • A empresa que está vendendo se recusa a estender o crédito para um comprador.

 

Na Nexoos, a taxa de juros para a antecipação de recebíveis é a partir de 1,3%!

 

Vantagens de obter um Empréstimo para Empresas

banner 3 empréstimo para empresas

 

Pontapé inicial do negócio

Se você está pronto para começar o seu negócio, mas está com problemas para conseguir dinheiro, um empréstimo para empresas pode te ajudar. Em alguns casos, a solicitação pode ser aprovada com facilidade, para você abrir as portas sabendo como vai pagar pelos custos iniciais.

No entanto, você não deve adquirir mais do que precisa, ou isso vai direcionar o sua empresa para um ciclo de dívidas. Em muitos casos, é melhor esperar até que o negócio comece a operar por um tempo, para depois buscar o empréstimo.

 

Expansão das operações 

Um dos principais benefícios de um empréstimo para empresas é que ele pode permitir que as suas operações cresçam. Ou seja, você pode expandir o seu negócio para novas áreas geográficas ou obter mais clientes.

Afinal, ampliar as atividades no cenário atual pode resultar em um sucesso maior quando a economia se recuperar 100%, e o aumento da liquidez pode ajudar as empresas que sofrem com despesas repentinas, até que ela possa retomar as atividades. Além disso, você terá uma vantagem competitiva no mercado, com mais atrativos que os concorrentes.

 

Economize em impostos

Você pode economizar com os impostos porque os juros que você paga são descontáveis. Então, se você está preocupado com a mudança da taxa de juros durante o prazo do empréstimo, escolha uma opção de taxa fixa.

A maioria das instituições oferece taxas de juros razoáveis em empréstimos, em oposição a outros tipos de empréstimos. O motivo disso é a concorrência crescente que disputa a atenção dos clientes.

 

Ajuda nas despesas emergenciais

Qualquer negócio está propenso a emergências, mas pedir dinheiro emprestado pode ajudá-lo a sobreviver em tempos difíceis. Um exemplo atual disso foi durante o início da pandemia do COVID-19, que gerou a necessidade de obter recursos adicionais para manter os negócios na ativa.

Outro ponto é em relação aos problemas de fluxo de caixa. Muitas vezes, a gestão usa o empréstimo para manter o fluxo de caixa positivo, arcar com as despesas constantes, reinvestir em seu negócio e fornecer uma garantia contra os desafios financeiros no futuro.

É possível usar o dinheiro do empréstimo para aumentar o seu capital de giro, o que pode ser uma grande ajuda se você tiver problemas de liquidez. Assim, você pode executar as operações diárias e cobrir as despesas de curto prazo, sem ter que usar o fundo de emergência.

 

Como solicitar um Empréstimo para Empresas, de forma saudável?

 

1- Defina suas necessidades

Em primeiro lugar, saiba que tipo de empréstimo você precisa. Depois, determine quanto dinheiro você vai precisar, sabendo que alguns credores cobram uma taxa de originação, que é descontada de seus rendimentos. 

Para descobrir qual será o seu pagamento mensal, use uma calculadora de empréstimo. Isso pode ser difícil se você não sabe quais tipos de taxas e prazos de reembolso serão oferecidos, mas é possível testar com os números para ter uma ideia de quanto o empréstimo vai custar e decidir se o seu orçamento pode lidar com isso.

 

2- Verifique o seu Score de Crédito

Se você verificar o seu score empreendedor com frequência, é possível tomar medidas para melhorar a pontuação ou corrigir quaisquer erros. Faça isso pelo menos alguns meses antes de solicitar o empréstimo.

A maioria das instituições utilizam esse fator durante a avaliação para aprovar ou não a proposta, além de calcular uma boa taxa de juros. Assim, a pontuação pode variar entre 0 a 1.000, de acordo com os níveis de inadimplência, que são alto risco (0 – 300), médio risco (301 – 700) e baixo risco (701 – 1000).

Se a sua pontuação de crédito for menor do que você gostaria que fosse, pague as contas em dia, dívidas e mantenha os saldos baixos em cartões de crédito. Além disso, evite solicitar muito crédito, pois isso pode criar várias consultas difíceis em seu arquivo de crédito e ter um impacto negativo na pontuação.

 

3- Tenha um Plano de Negócios

Essa etapa é fundamental, pois você terá todas as informações necessárias para agilizar a solicitação.

Assim, a empresa usará isso como evidência de que o seu negócio tem uma forte gestão e experiência no mercado, além de informações financeiras relevantes que demonstrem a sua capacidade de quitar o empréstimo. 

Existem diferentes formatos desse plano de negócios, entre eles, podemos destacar:

  • Negócio novo: escrever um plano de negócios também ajuda você a identificar todas as etapas importantes, fornecendo um roteiro útil para guiá-lo no lançamento do seu negócio. Assim, compartilhar a pesquisa de mercado, divulgando sua equipe de gerenciamento e oferecendo projeções financeiras e de vendas ajudará a convencer os credores de que a empresa terá lucro rápido, para pagar o empréstimo;
  • Negócio existente: você já está no negócio e está procurando um empréstimo para expandir em novos mercados/produtos, comprar equipamentos ou explorar o capital de giro? Esse tipo de plano compartilha os dados sobre o sucesso atual do seu negócio, bem como previsões de como o empréstimo te ajudará a alcançar o crescimento contínuo e cumprir as metas financeiras futuras;
  • Nova aquisição: para comprar um negócio existente, obter um empréstimo pode ser fundamental. Assim, esse plano deve apresentar a história, os pontos fortes e financeiros do negócio, além de explicar como você fará o negócio se tornar mais bem-sucedido. 

 

4- Desenvolva esse plano

Depois de escolher o tipo de plano de negócio adequado, chegou a hora de colocar em prática. Por isso, nós trouxemos os pontos mais relevantes para você incluir no documento, de acordo com o seu negócio:

  • Resumo executivo: essa introdução resume os pontos mais importantes do seu plano de negócios em um formato chamativo, que faça os credores lerem para obterem mais detalhes;
  • Descrição da empresa: aqui, você explica o seu produto ou serviço, a forma legal de negócio da sua empresa, o histórico de negócios e cenário competitivo;
  • Descrição do produto ou serviço: depois, essa seção fornece os detalhes sobre o que você vende. Então, explique o que faz o seu produto/serviço ser inovador e melhor do que a concorrência;
  • Análise de mercado/plano de marketing: com uma pesquisa detalhada de mercado, essa parte vai descrever o mercado potencial para o seu produto ou serviço. Assim, é possível identificar os principais concorrentes, além de como você vai comercializar, anunciar e vender seus produtos.
  • Plano de operações: descreva a rotina de execução do seu negócio, por exemplo, os tipos de funcionários que você precisa pagar ou quer contratar, o local do negócio, os métodos de fabricação e equipamentos necessários;
  • Plano de gestão: nesse caso, o foco está na equipe de gestão, com destaque para a experiência que vai ajudar no sucesso do seu negócio. Se você ainda não tem uma equipe completa, explique os papéis que ainda precisa preencher e quais habilidades serão importantes;
  • Plano financeiro: por fim, isso vai esclarecer os dados financeiros que demonstram quanto você espera utilizar. Ou seja, indique as vendas, fluxo de caixa, lucros, perdas, e metas para o futuro. Ambos os tipos de planos devem mostrar como o empréstimo será usado para aumentar as vendas e os lucros.

 

Onde obter um Empréstimo para Empresas

banner 2 empréstimo para empresas

 

Bancos Tradicionais

Embora os grandes bancos tenham muitos requisitos e termos de uso ao oferecer empréstimos para empresas, eles têm o poder de indicar valores maiores, o que pode ser muito útil quando a sua empresa está crescendo.

Porém, tenha em mente que, se qualificar para esses empréstimos pode ser desafiador, pois,  na maioria das vezes, as instituições exigem um relacionamento prévio, além de solicitar seus bens como garantias e as taxas de juros costumam ser mais altas em relação às fintechs, por exemplo. 

 

Peer-to-Peer Lending

A instituição financeira P2P atua como ponte entre você e o investidor. Assim, ela combina a sua solicitação de empréstimo com os fundos dos investidores. 

A grande vantagem é que as condições são mais bem baratas e flexíveis. Um exemplo disso é a Nexoos!

Com um processo 100% online e sem burocracia, não pedimos seus bens como garantia, as taxas de juros são a partir de 1,14% a.m., o pagamento pode ser feito em até 24 meses e os empréstimos têm valores entre R$ 15 mil e 500 mil.

 

Como obter empréstimo para empresas com a Nexoos?

Agora que você já conhece todas as opções disponíveis, vale a pena conferir como isso funciona na Nexoos. Para se qualificar, a empresa deve cumprir as seguintes condições:

  • Ter, no mínimo, 12 meses de CNPJ em atividade;
  • Possuir faturamento anual superior a R$ 400.000,00;
  • Enviar todos os documentos e informações solicitadas;
  • Não ter restrições relevantes no nome da empresa ou do quadro societário.

 

Em seguida, para fazer a solicitação do empréstimo, é necessário cadastrar os seguintes documentos, em PDF:

Empresa:

  • Contrato Social e última alteração;
  • Extrato bancário da conta PJ (pessoas jurídicas) dos últimos 3 meses;
  • Faturamento dos últimos 12 meses assinado pelo contador ou extrato do Simples Nacional.

 

Avalistas:

  • RG ou CNH – frente e verso;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • IR e Recibo do último ano.

 

Por fim, acompanhe o passo a passo para te guiar nesse processo:

  1. Faça sua solicitação: informe o valor que sua empresa precisa e cadastre-se na plataforma;
  2. Análise de crédito: o time de crédito vai analisar sua solicitação e, caso seja aprovada, você receberá a proposta comercial;
  3. Rodada de Captação: com a documentação necessária, ocorre a rodada de captação, onde a empresa receberá aportes de investidores até alcançar o valor necessário;
  4. Dinheiro na sua conta: depois de assinar o contrato, você recebe o valor em sua conta e pode realizar os pagamentos a cada mês.

 

Conte com a Nexoos!

Nós somos uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central do Brasil e fomos a primeira empresa a operar como SEP (Sociedade de Empréstimo entre Pessoas). Só com a Nexoos, você encontra as melhores condições para ter acesso ao crédito, de forma 100% online, segura e sem burocracia.

As solicitações podem ser feitas de R$ 15 até R$ 500 mil, com prazo de pagamento entre 3 a 24 meses para quitar. Tudo isso sem exigir bens como garantia e com taxas de juros a partir de 1,14% a.m.

Além disso, depois de 50% do primeiro financiamento que foi pago, você pode solicitar um novo empréstimo se for necessário.

Já são mais de 600 milhões financiados para empresas, faça uma solicitação agora mesmo e venha para a Nexoos!

Redação Nexoos

Compartilhe este Artigo   

Empreendedorismo empresas empréstimo pmes

Deixe seu comentário

Os comentários estão fechados.

Precisa de dinheiro para impulsionar seu negócio?

Insira o valor desejado entre R$15.000,00 e R$500.000,00 para iniciar sua cotação.

Artigos Relacionados

Inscreva-se em
nosso Blog!

Receba, em primeira mão, conteúdos exclusivos sobre empreendedorismo e investimentos.