Investimentos19 de dezembro de 2019 Tempo de Leitura: 3 minutos

Entenda o que é rating e a sua importância para os investidores

Por Redação Nexoos

o que é rating

Quem acompanha o mercado financeiro e as notícias sobre economia e finanças provavelmente já ouviu falar do termo rating. No entanto, nem todos sabem o que é rating e qual a sua importância para quem pretende investir.

O rating pode ser chamado, em português, de classificação de risco, nota de risco ou classificação de crédito. Esse método é responsável por avaliar o valor de crédito de empresas, bancos e países, e medir o seu risco. Ou seja, ele indica a capacidade de pagamento das dívidas.

Por meio da nota atribuída por uma agência de classificação de risco, o investidor consegue saber o nível de risco dos títulos de dívida que deseja  adquirir. Essas notas também influenciam nas decisões de investimento no mercado internacional, sendo fundamentais para que um país consiga atrair recursos estrangeiros.

As agências de classificação de risco de crédito

A classificação de crédito é feita por agências internacionais. Entre elas, as principais são: Standard & Poor’s (S&P), Fitch e Moody’s. Elas são contratadas por empresas, bancos e governos que querem ser classificados e o objetivo é avaliar o risco dos produtos financeiros.

Ao fazer essa qualificação do emissor, é definida uma nota que classifica o grau de risco do não pagamento das dívidas no prazo determinado. Cada uma das agências possui uma denominação própria de risco. Assim, quanto maior for a probabilidade de não pagamento, mais baixa será a nota e a classificação.

Como o rating é calculado?

Para definir o rating, as agências de classificação usam uma escala na qual letras (A, B, C, D) e símbolos matemáticos (+ ou -) são responsáveis pela “nota final” do avaliado. Em geral, a nota mais baixa é a D e a mais alta é a AAA. Apenas na Moody’s a menor nota é a C.

Para fazer a classificação dos créditos, as agências utilizam técnicas quantitativas, que incluem a análise de balanços, o fluxo de caixa e as projeções estatísticas. Além de observar elementos qualitativos, como questões jurídicas, ambiente externo e percepções do emissor da dívida.

Também é feita uma avaliação de garantias e de proteções contra riscos. Outro fator que faz parte da análise é o tempo: quanto maior for, mais imprevisível se torna o cenário. 

Ou seja, uma mesma empresa pode possuir títulos com diferentes notas, já que a garantia de cada uma e os prazos são levados em consideração no momento da classificação.

Diferença entre grau de investimento e grau especulativo

O rating definido pelas agências é dividido em dois grupos: grau de investimento (investment grade) e grau especulativo (speculative grade). Nesse caso, a nota vai de zero a dez e, assim como em um boletim escolar, as notas até cinco são consideradas vermelhas e, acima disso, azuis.

Então, os que forem classificados como grau de investimento possuem a nota azul. Isso significa que o governo ou instituição privada possuem condições de pagar as dívidas e tem baixo, sendo um local recomendável para investir.

Enquanto isso, o grau especulativo se refere aqueles classificados com nota vermelha, ou seja, com maior risco. Por isso, é importante saber o que é rating e como a classificação funciona, para não escolher investimentos de forma equivocada.

Relação entre os países e o grau de investimento

Além de saber o que é o rating, é importante entender como essa nota de crédito influencia na economia dos países. De forma simplificada, ele indica aos investidores se aquela economia tem alto ou baixo risco.

Quando um país tem uma avaliação positiva, o governo e as empresas nacionais conseguem obter empréstimos do exterior com melhores condições de juros e pagamentos. 

Por outro lado, instituições financeiras classificadas com notas baixas acabam por oferecer ao investidor uma rentabilidade mais alta. Dessa forma, é possível atrair interessados, mesmo havendo riscos.

Além disso, alguns fundos de investimento apenas investem em países classificados como grau de investimento, ou seja, a nota azul. Então, instituições sem o selo de bom pagador não conseguem receber os recursos. 

Vantagens para o investidor

Entender o que é rating no mercado financeiro é essencial para quem quer investir de forma mais assertiva e saber avaliar os títulos. Para facilitar esse processo, as plataformas de investimento e corretoras oferecem informações sobre o rating.

Isso pode ser encontrado tanto nos casos de instituições financeiras como nos produtos oferecidos por elas, como o CDB e a LCA ou LCI. Então, quem sabe o que é rating e como analisar sua classificação, tem mais chance de tomar decisões de investimentos mais precisas.

Outro ponto que vale atenção é em casos de o investimento não ter uma classificação, sendo preciso redobrar os cuidados antes de escolher este aporte, já que não será possível saber quais os ricos.

Invista com a Nexoos

A Nexoos é uma plataforma de marketing lending que intermedia o encontro entre PMEs de todo o Brasil e investidores. Dessa forma, é possível investir diretamente em um empreendimento e conseguir retornos que variam de 14% a 42% ano. Ou seja, uma rentabilidade superior ao CDB e ao Tesouro Direto.

Aqui, você analisa e escolhe os investimentos por meio do nosso processo 100% on-line e sem comissão. Forneça empréstimo para empresas e tenha retornos mensais. Essa é uma ótima opção para diversificar a sua carteira. Confira as nossas opções!

Redação Nexoos

Compartilhe este Artigo   

Deixe seu comentário

Os comentários estão fechados.

Precisa de dinheiro para impulsionar seu negócio?

Insira o valor desejado entre R$15.000,00 e R$500.000,00 para iniciar sua cotação.

Artigos Relacionados

Inscreva-se em
nosso Blog!

Receba, em primeira mão, conteúdos exclusivos sobre empreendedorismo e investimentos.