Empreendedorismo31 de agosto de 2021 Tempo de Leitura: 11 minutos

Empréstimo para capital de giro: o seu guia completo

Por Redação Nexoos

O empréstimo para capital de giro assegura o funcionamento saudável e os pagamentos em dia da sua empresa . 

Capital de giro é o dinheiro que uma empresa necessita para manter suas operações do dia a dia e seu o funcionamento. 

Porém, nem sempre a organização tem recursos próprios imediatos para viabilizar projetos, enfrentar crises e outras situações que podem ocorrer a qualquer momento ou de forma inesperada.

O empréstimo para capital de giro é uma solução financeira disponível para negócios que se deparam com a necessidade de dinheiro em caixa. 

É possível impulsionar seu negócio com ajuda de crédito exclusivo para empresas, um deles é o empréstimo para capital de giro. Porém, muitos empresários desconhecem como utilizar essa linha oferecida pelas instituições financeiras do país e acabam se enrolando em dívidas. 

Quer saber o que é capital de giro, como fazer o cálculo e quando utilizar esse crédito? Então, confira neste guia completo tudo o que você precisa saber sobre empréstimo para capital de giro!

O que é capital de giro?

o que é capital de giro

O capital de giro é o valor disponível para  garantir as operações da empresa e para honrar seus compromissos e pagamentos. Ele  inclui as despesas, contas a pagar e o dinheiro disponível em caixa.

Ou seja, o capital de giro é a reserva de dinheiro que uma empresa tem, após descontos das despesas e contas e é uma reserva financeira usada para: 

  • Abertura da empresa
  • Manutenções
  • Investimentos em novos equipamentos e maquinários
  • Pagamentos de contas diversos (impostos, salários, despesas operacionais)
  • Custos referentes ao estoque

O capital de giro não é um recurso que faz parte do lucro da empresa, por exemplo, mas do estoque que o negócio possui, recursos em sua conta bancária, das contas a receber, do caixa. Dessa forma, o capital de giro é um recurso primordial para a empresa funcionar no dia a dia. 

No entanto, algumas empresas não conseguem fazer a reserva necessária para o capital de giro. Neste caso, para evitar retirar recursos de outras áreas da empresa, o indicado é buscar recursos externos para manter as atividades. 

Assim, o negócio continua a funcionar de maneira saudável, sem afetar o crescimento e produtividade do negócio. 

Como calcular o capital de giro?

como calcular o capital de giro

São considerados parte do Ativo Circulante da empresa os bens que podem ser transformados em dinheiro rapidamente. Ou seja, bens com alta liquidez, como por  por exemplo: 

  • Aplicações financeiras de curto prazo que podem facilmente ser transformadas em dinheiro
  • Contas a receber
  • Dinheiro em caixa
  • Estoque de produtos
  • Matéria prima utilizada na produção

Já o Passivo Circulante são todas as obrigações com as quais um negócio deve arcar para se manter no mercado. Ou seja, o passivo circulante compreende despesas de curto prazo, que podem variar de acordo com o setor, porém, as mais comuns são:

  • Empréstimos bancários realizados pela empresa
  • Encargos sociais 
  • Fornecedores ou duplicatas 
  • Impostos
  • Salários 
  • Títulos a pagar

Fórmula do capital de giro 

As despesas com as quais a empresa deve arcar no curto prazo são consideradas como passivo circulante. E, para quitá-las em dia, a empresa sempre deve manter uma boa reserva de capital de giro. 

O cálculo do capital de giro serve para saber quanto há disponível para arcar com essas despesas, sendo um procedimento essencial para qualquer empresa que deseja manter a saúde financeira do negócio.

Para calcular o capital de giro de uma empresa basta  subtrair o valor de seu passivo circulante do valor de seu ativo circulante. Com o resultado, é possível obter o valor líquido do capital de giro do negócio:  

Capital de Giro Líquido = Ativo Circulante – Passivo Circulante

Quando usar o capital de giro?

O capital de giro pode ser utilizado para diversas situações e etapas de um negócio e custear transações da empresa, como:

  • Pagar despesas operacionais
  • Arcar com os custos para manter o estoque da empresa em dia
  • Pagar salários dos colaboradores
  • Pagar impostos
  • Arcar com as obrigações junto aos fornecedores

Como gerir o capital de giro?

como gerir o capital de giro

É muito importante que a empresa faça uma gestão detalhada de seu capital de giro para evitar surpresas. Para gerir corretamente o capital de giro, é necessário saber quanto a empresa possui disponível em caixa e quais as necessidades e obrigações do negócio. 

A seguir, separamos algumas dicas para você administrar o capital de giro com mais eficiência. 

Planeje o uso do seu capital de giro

Planejar o uso de capital de giro é imprescindível para uma boa gestão dos recursos. Com o planejamento correto, a sua empresa terá um fluxo de caixa equilibrado, menos transtornos e surpresas futuras causadas pela má administração do capital de giro. 

Além disso, o planejamento permite que a sua empresa pague as contas em dia, compreenda melhor a demanda dos clientes  e até invista os recursos em outras áreas.

Para garantir um bom planejamento do capital de giro, é necessário:

  • Planejar os gastos futuros
  • Registrar todas as entradas e saídas 
  • Otimizar e reduzir custos

Faça o acompanhamento dos recebíveis

Outro procedimento importante para a boa gestão do capital de giro é o acompanhamento dos recebíveis.

Ao acompanhar os recebíveis, é possível prever os períodos em que a empresa precisará fazer contenção de gastos, evitando o uso inadequado do capital de giro. Além disso, por meio desse monitoramento, você também identifica, em tempo hábil, se precisará de um empréstimo para capital de giro, sem que comprometa o funcionamento do negócio. 

Realize o cálculo do capital de giro 

Realizar esse cálculo é essencial para saber com exatidão quanto há disponível de capital de giro líquido para a empresa manter o funcionamento correto de suas operações, ou, caso seja necessário, de quanto será o empréstimo que a empresa precisará solicitar.

Esse planejamento e cálculo periódico evita que se solicite menos, ou mais crédito do que a empresa precisa para suprir as suas necessidades. 

Negocie com os fornecedores

Ter um bom relacionamento com os fornecedores é fundamental na hora de negociar melhores prazos e preços. Se houver dinheiro em caixa, outra possibilidade é pagar à vista e pedir desconto.

Caso não tenha um relacionamento de longo prazo para negociar com os fornecedores, é possível planejar o uso do capital de giro conforme a entrada de dinheiro em caixa. Para isso, defina os prazos dos fornecedores após as datas de pagamentos dos clientes.

Otimize o estoque 

Otimizar o estoque também garante uma boa gestão do capital de giro. Então, evite a compra excessiva de produtos, porque além de ocupar mais espaço em sua empresa, há o risco de ficar com mercadorias vencidas e perder o capital de giro líquido.

Produtos sazonais devem ter maior controle, sendo necessário um equilíbrio entre os produtos estocados e comercializados. Com isso, a empresa também otimiza seu estoque, evitando o uso desnecessário do capital de giro. 

Como funciona o empréstimo para capital de giro?

O empréstimo para capital de giro é utilizado para atender às necessidades operacionais da empresa, permitindo o seu funcionamento, como o pagamento de custos e despesas diversas. 

A solicitação de um empréstimo para capital de giro é a opção de muitas empresas para continuar suas operações, mesmo quando a empresa não possui recursos próprios para manter suas atividades. 

Quando solicitar empréstimo para capital giro?

quando solicitar capital de giro

Sempre que a sua empresa não tiver recursos para manter as operações diárias, a solicitação do empréstimo para capital de giro é uma boa estratégia para os negócios. 

Assim, sua empresa consegue cumprir o pagamento em dia de obrigações diversas, abastecer o estoque e balancear o fluxo de caixa. 

Cuidados ao pedir empréstimo para capital de giro

Apesar do empréstimo para capital de giro ser uma boa opção para sua empresa manter a saúde financeira e atividades diárias, alguns cuidados são necessários ao solicitar esse crédito. 

Solicitar crédito empresarial é um processo comum no mundo dos negócios. Porém, o que faz a diferença é o tipo, o momento, as taxas contratadas, a quantidade de parcelas e, o mais importante, a instituição financeira que você escolhe. 

Com isso em mente, separamos algumas dicas de cuidados ao pedir empréstimo para sua empresa. 

Procure uma instituição financeira com credibilidade no mercado

Infelizmente, existem instituições que aplicam golpes de empréstimo, ou que não são transparentes com os seus clientes. A principal dica aqui é fugir de empréstimos de instituições desconhecidas, que prometem muitas isenções ou crédito extremamente facilitado. 

A Nexoos é uma fintech que busca simplificar ao máximo a liberação de empréstimos para os empresários. No entanto, isso não exclui a necessidade de termos que fazer análises no seu cadastro. Afinal, queremos proteger não somente a nossa plataforma, mas também a sua empresa. 

Sendo assim, verifique o CNPJ da instituição da qual está contratando o empréstimo, busque sobre ela em sites de proteção ao consumidor, como o Reclame Aqui. Avalie também se não há histórico de reclamações graves ou até mesmo notícias negativas sobre a empresa. 

Utilize o empréstimo de capital de giro apenas para o fim que ele se destina

Como vimos, o capital de giro é um dos alicerces para manter as atividades do negócio. Então, quando o crédito é solicitado para esse fim, evite diluir o dinheiro para outras finalidades. Senão, você corre o risco de não ter a reserva necessária para honrar suas despesas e manter suas operações. 

Calcule os custos do empréstimo e demais tarifas que serão cobradas

O custo final de um empréstimo envolve algumas taxas. Nas instituições bancárias e no sistema financeiro tradicional elas costumam ser maiores do que no peer-to-peer lending. Os dois principais pontos que você precisa entender são: os juros aplicados, e o Custo Efetivo Total (CET)

Solicite apenas empréstimos que possuam taxas de juros que a empresa pode arcar

Essa dica pode parecer óbvia, porém muitos gestores pecam na hora da contratação e a conta não fecha. Taxas de juros maiores do que a empresa pode arcar podem virar uma bola de neve de dívidas. Assim, ao invés de ajudar, o crédito pode se tornar um débito que inviabiliza outras atividades. 

Portanto, estude instituições com taxas de juros competitivas e que cabem no planejamento financeiro do seu negócio. Para isso, você precisa pesquisar, pois a diferença entre uma instituição e outra pode ser muito grande. 

Na Nexoos, acreditamos que um negócio só é bom quando é bom para os dois lados. Por isso, as nossas taxas de juros ficam entre 1,14% a 4,19% ao mês (dependendo das condições do crédito). 

Vantagens do empréstimo para capital de giro

vantagens-do-empréstimo para capital de giro

Uma empresa que precisa utilizar recursos externos para conseguir manter suas operações diárias encontra no empréstimo para capital de giro um aliado para garantir a continuidade do negócio. Essa modalidade de empréstimo oferece muitas vantagens, como:

Baixa taxa de juros

No empréstimo para capital de giro, a sua empresa pode contar com uma das taxas de juros mais baixas. Com isso, além de ter dinheiro para viabilizar seu negócio no dia a dia, também vai ter a vantagem de pagar bem menos por isso, ainda mais comparado a outros créditos oferecidos pelo mercado. 

No empréstimo Nexoos, por exemplo, ao solicitar o capital de giro, as taxas são competitivas, entre 1,14% a 4,19% ao mês. 

Solicitar outro empréstimo ao amortizar parte dos valores do capital de giro

Algumas instituições, como a Nexoos, permitem que você solicite outro empréstimo ao amortizar os valores do empréstimo, ou seja, fazer refinanciamento. Cada instituição possui regras diferentes para essa solicitação.

No empréstimo Nexoos, você consegue solicitar outro crédito após amortização de 50% do primeiro empréstimo, permitindo que a sua empresa tenha os recursos financeiros necessários para manter as operações diárias e o crescimento a longo prazo. 

Prazo maior para pagamento 

O prazo de pagamento do empréstimo para capital de giro é longo, pois a empresa consegue obter os recursos necessários em pouco tempo, mas possui um prazo que em geral é consideravelmente mais longo, para quitar o empréstimo.

Na Nexoos, o empréstimo para capital de giro pode ser pago entre 1 a 24 meses, conforme o cliente e valores solicitados. 

Maior segurança para a empresa

Cumprir as obrigações da empresa é imprescindível para manter a saúde financeira da empresa e evitar a sua falência, e com o capital de giro isso é possível. 

Assim, a organização que utiliza o empréstimo para capital de giro consegue cumprir com as despesas e obrigações que a organização possui e, consequente, ter mais equilíbrio e segurança para manter suas operações a longo prazo. 

Permite equilibrar as contas

Todo negócio pode ter dificuldades financeiras, seja qual for as razões para isso, o empréstimo para capital de giro permite que a empresa equilibre as contas.

Por isso, uma empresa que não possui uma reserva para ser utilizada como capital de giro, geralmente não consegue viabilizar suas atividades, afetando assim sua manutenção e permanência no mercado, muitas vezes, uma empresa que não possui capital de giro o suficiente para cobrir suas despesas rotineiras vai à falência.

Como solicitar empréstimo para capital de giro na Nexoos?

A Nexoos é uma fintech que atua no modelo marketplace lending. As empresas cadastradas e aprovadas ficam disponíveis para receber os aportes dos investidores na nossa plataforma. 

Quer utilizar o empréstimo para capital de giro na Nexoos? Então, confira os requisitos para fazer a sua solicitação:

  • Faturamento anual da empresa deve ser igual ou superior a R$500 mil
  • No mínimo 12 meses de CNPJ
  • Empresa não deve ter nenhum tipo de pendência
  • Representantes e sócios da empresa não podem ter ter nenhum tipo de pendência

Na Nexoos, nós não exigimos nenhuma garantia real dos nossos clientes, como veículos ou imóveis. A garantia exigida é de apenas um avalista. 

Se tiver alguma dúvida ou empecilho para ter acesso a algum avalista apto a solicitar o empréstimo de capital de giro, saiba que na Nexoos facilitamos também essa etapa, já que os  próprios sócios ou representantes da empresa podem ser os avalistas. 

Oferecemos a facilidade na hora de obter o empréstimo para capital de giro e outros créditos, pois nascemos com um objetivo principal – a de quebrar as barreiras da burocracia. 

Dessa forma, você garante que a sua empresa tenha os recursos necessários no momento que precisa, por meio de um processo simples e totalmente online. Basta realizar sua solicitação de crédito pelo site da Nexoos, seguindo nosso passo a passo e completando seu cadastro. 

Após o processo de solicitação e análise de crédito, caso sua proposta seja aprovada pela Nexoos, você garante o dinheiro na conta da sua empresa, com toda a praticidade e segurança. 

Qual o limite de empréstimo para capital de giro na Nexoos?

Se você precisa solicitar o empréstimo de capital de giro na Nexoos, é importante também conhecer os valores que podem ser solicitados. 

O limite de empréstimo para capital de giro na Nexoos é de: 

  • Limite mínimo: R$15 mil
  • Limite máximo: R$5000 mil

O limite máximo de empréstimo para capital de giro pode variar de acordo com o perfil do cliente e análise de crédito realizada pela Nexoos. Por isso, os valores citados são utilizados apenas para o cliente ter conhecimento sobre quais são os limites de crédito que trabalhamos. Contudo, a aprovação e liberação dos valores envolvem outros fatores. 

Além disso, ao fazer o empréstimo para capital de giro da Nexoos, você tem bastante tempo para pagar, facilitando as contas mensais da sua empresa, sem deixar de arcar com as parcelas do crédito ou qualquer outra obrigação do seu negócio. No capital de giro Nexoos, você tem um prazo de até 24 meses para quitar o empréstimo. 

Com isso, você alavanca o crescimento da sua empresa com tranquilidade e segurança. Afinal, ao utilizar o nosso empréstimo de capital de giro, seu negócio pode concretizar outros projetos, como:

  • Investir em estoque
  • Equilibrar o fluxo de caixa
  • Permitir maior tranquilidade nas operações do dia a dia
  • Entre outras vantagens que o uso do empréstimo de capital de giro oferece a uma empresa

Como se cadastrar na Nexoos para solicitar empréstimo de capital de giro

Para se cadastrar na Nexoos e solicitar o empréstimo de capital de giro para sua empresa é simples  e rápido, basta seguir o passo a passo:

  1. Primeiramente, acesse o site oficial da Nexoos
  2. Na página inicial da Nexoos, clique na “Quanto você precisa”, adicione a quantia exata que sua empresa precisa de empréstimo de capital de giro
  3. Após informar o valor, clique na opção “Faça uma cotação”. Nesta opção, você precisa informar alguns dados solicitados, como:
  • CNPJ
  • Endereço de e-mail
  • Faturamento mensal da empresa
  1. Após informar todos os dados, é só finalizar a sua solicitação, que será analisada pela Nexoos.

Ao enviar a sua solicitação de empréstimo de capital de giro, nossa equipe faz uma análise para verificar se você está dentro do perfil para solicitar o crédito. Caso esteja, nossa equipe entrará em contato para que nos conte  um pouco sobre você, e ainda fazer a confirmação do e-mail e ativação da sua conta. 

Ao realizar a ativação da conta, é a hora de você contar sobre a sua empresa, informando sobre  avalistas e faturamento. Ao confirmar a operação, a Nexoos já inicia a análise de crédito para verificar a possibilidade da concessão do crédito.

Com isso, sua empresa pode ter acesso ao empréstimo de capital de giro sem burocracia, por meio de um processo online, rápido e seguro. 

Você ainda ficou com alguma dúvida sobre o empréstimo de capital de giro? Então, entre em contato com a equipe da Nexoos e tire todas as suas dúvidas!

Redação Nexoos

Compartilhe este Artigo   

Capital de Giro empréstimo

Deixe seu comentário

Os comentários estão fechados.

Precisa de dinheiro para impulsionar seu negócio?

Insira o valor desejado entre R$15.000,00 e R$500.000,00 para iniciar sua cotação.

Artigos Relacionados

Inscreva-se em
nosso Blog!

Receba, em primeira mão, conteúdos exclusivos sobre empreendedorismo e investimentos.