Investimentos14 de setembro de 2018 Tempo de Leitura: 2 minutos

Como diversificar um portfólio de empréstimos peer-to-peer?

Por Redação Nexoos

 

Um dos princípios fundamentais no investimento em empréstimos peer-to-peer é a construção de um portfólio diversificado. Na Nexoos, o investidor tem a oportunidade de criar o seu próprio portfólio com as características que deseja, adequando ao seus interesses e apetite de risco.

Mas o que é um “portfólio diversificado”? A diversificação no investimento nada mais é do que a aplicação do velho conceito “Não se deve colocar todos os ovos na mesma cesta” que pode ser usada em diversos aspectos do nosso dia-a-dia.

De forma mais objetiva, na Nexoos, isso quer dizer investir em um volume grande de empresas. Recomendamos pelo menos 20 empresas e idealmente mais de 40 empresas para diminuir a exposição de risco. E isso funciona! 93% dos nossos investidores que investem em 20 ou mais empresas possuem um rendimento acima de 160% do CDI.

 

É importante, no entanto, sempre balancear risco e retorno esperado em toda decisão de investimento. Assim, para mitigar os riscos, o investidor precisa avaliar:

  1. O risco do ativo em si (probabilidade de inadimplência em caso de dívida, probabilidade do preço de uma ação ou do valor de um imóvel diminuir, entre outros);
  2. Influência de um novo ativo no risco global da sua carteira de investimentos.

Para diminuir o risco dentro de uma carteira é importante buscar ativos cujas performances são independentes, ou seja, se um investimento dá problema não quer dizer que o resto da carteira vai ser impactada.

Além disso, o investidor pode buscar diversificação analisando alguns aspectos:

  • Tipo de investimento (ações, renda fixa, empréstimo peer-to-peer, imóvel, entre outros);
  • No caso específico da Nexoos, também vale analisar:
    • setor de atuação da(s) empresa(s)
    • região da(s) empresa(s)
    • tamanho da(s) empresa(s)

Para ajudar o investidor a avaliar o risco, a Nexoos disponibiliza alguns indicadores para os investidores:

  • Rating de crédito (AA até D3): para ajudar o investidor na avaliação do risco do ativo em si
  • Índice de diversificação: a recomendação da Nexoos é buscar no mínimo 95% nesse indicador.
  • Percentual máximo de exposição: indica o empréstimo/empresa que o investidor está mais concentrado. O investidor deve buscar a menor concentração possível em um mesmo empréstimo/empresa.

Pronto para criar o seu portfólio diversificado na Nexoos? Clique aqui para fazer login.

Qualquer dúvida conte conosco. Bons investimentos!

Redação Nexoos

Compartilhe este Artigo   

Deixe seu comentário

Os comentários estão fechados.

Precisa de dinheiro para impulsionar seu negócio?

Insira o valor desejado entre R$15.000,00 e R$500.000,00 para iniciar sua cotação.

Artigos Relacionados

Inscreva-se em
nosso Blog!

Receba, em primeira mão, conteúdos exclusivos sobre empreendedorismo e investimentos.