Ganhe dinheiro como consultor Nexoos durante a crise

Quer ganhar dinheiro enquanto ajuda pequenas empresas a passar pela crise do novo coronavírus? Com a Nexoos, você consegue! 

Cadastre-se como consultor na maior plataforma que conecta empresas que precisam de empréstimo com investidores do Brasil. Além disso, você ganha 1% do valor financiado do negócio que você indicou como consultor Nexoos. 

Gostou? Acompanhe as dicas abaixo:

Empresas na contramão da pandemia do coronavírus

O novo Covid-19 causou grandes mudanças nas economias nacional e internacional em curto espaço de tempo. No Brasil, por exemplo, é estimado que o Produto Interno Bruto (PIB) retraia 1,96% em 2020.

Para muitos, a economia global está em recessão, mas mesmo em tempos difíceis há setores que prosperam, como as empresas de health tech que tiveram suas demandas aumentadas durante a pandemia do coronavírus.

Empresas de health tech oferecem tecnologia para o setor de saúde e podem ser com viés de prevenção, diagnóstico ou tratamento. Por misturarem tecnologia com saúde, essas empresas conseguem entregar soluções rápidas e eficientes.

Se antes da pandemia já era visível o crescimento das empresas health tech, agora o cenário ainda mais favorável. De acordo com a pesquisa realizada pelo District Health Tech Report em 2018, o percentual de investimentos nessa modalidade empresarial dobrou de US$ 7,1 bilhões para US$ 14,6 bilhões.

Coronavírus impulsiona delivery no Brasil

Com o isolamento social em andamento, estima-se que um terço de toda a população mundial esteja confinada em casa. Esta situação fez com que as pessoas desenvolvessem novos hábitos de consumo para evitar a disseminação do novo coronavírus e um desses hábitos é utilizar o serviço de entrega, ou delivery

Apesar de haver algumas companhias grandes em atuação no mercado nacional, como Rappi, iFood e Uber Eats, há diversas pequenas e médias empresas que utilizam o serviço de entrega e tiveram um aumento significativo na busca de seus produtos.

Venda de aparelhos de exercícios físicos aumenta

Assim como a quarentena mudou o hábito de consumo das pessoas, consequentemente, aumentando as demandas do setor de delivery, empresas que trabalham com venda de exercícios físicos tiveram aumento em suas vendas.

Sem ir às ruas, os adeptos de atividades físicas tiveram que trocar a academia ou parques pela sala de casa e, com isso, muitas pessoas compraram aparelhos de ginástica ou musculação para praticar em casa.

O jornal Valor Investe noticiou que a procura por itens como colchonetes, cordas, halteres e anilhas aumentou em até 10 vezes. 

Muito além do álcool em gel

Como você pode ver, mesmo em tempos de crise há negócios que conseguem prosperar. E isso é comum, o Mercado Livre, por exemplo, foi uma das empresas que se beneficiou da crise econômica de 2008 quando pessoas preferiam comprar produtos usados por serem mais baratos. 

Na atual crise que estamos passando, empresas de álcool em gel ou máscaras faciais se destacaram pelo aumento significativo no uso de seus produtos, mas não são as únicas. 

Além dos setores destacados acima, educação online, transporte de bagagens, purificadores de ar, alimentos não perecíveis e comidas congeladas também foram impactados significativamente durante a pandemia do Covid-19.

Indique empresas e ganhe dinheiro sem sair de casa

Acreditamos que todo negócio só é bom quando é bom para os dois lados. Como consultor Nexoos, você indica negócios que buscam expansão e ganha 1% do valor financiado.

Clique aqui e faça já o seu cadastro como consultor Nexoos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Rolar para cima