Inadimplência: tudo o que o investidor precisa saber

Inadimplência na Nexoos: Tudo o que o Investidor Precisa Saber

Por ser uma modalidade ainda pouco difundida no Brasil, o investimento através de títulos de divida privada, que é a classe de investimentos que a Nexoos oferece, gera muitas dúvidas nos investidores. Nesse artigo vamos explorar a fundo a temática da inadimplência das empresas que recebem os investimentos. Vamos descobrir qual é a probabilidade estimada de uma empresa ficar inadimplente, quais as garantias que o investidor possui, o que motiva a empresa a não ficar inadimplente, e todo o processo que é aplicado pela Nexoos em caso de inadimplência.

O artigo está dividido em subtítulos, por isso se você tem alguma dúvida específica procure pelo subtítulo mais adequado.

Definição de Inadimplência para a Nexoos

Tratamos como inadimplentes todas as investidas que têm atraso superior a 60 dias.

Em caso de atraso calculamos a incidência de multa de 2% sob o valor em atraso + juros da mora de 1% a.m (0,034% ao dia).

Por exemplo:
Suponhamos uma parcela mensal de R$10.000,00 para a empresa. No caso de atraso de 7 dias, o montante a ser pago seria:

R$10.000,00 + R$200,00 (2% do atrasado) + R$23,80 (0,034% vezes 7 dias) = R$10.223,80.

Todo valor arrecadado em multa e juros e repassado aos investidores junto ao seu rendimento.

Entenda a régua de cobrança da Nexoos

É importante saber que iniciamos a nossa régua com a prevenção ao atraso, 7 dias antes do vencimento da parcela encaminhamos um e-mail para a investida lembrando que o boleto referente ao fluxo de pagamento vencerá em 7 dias. O mesmo ocorre um dia antes do vencimento do boleto. 

No dia de vencimento no início da manhã encaminhamos uma mensagem via WhatsApp aos responsáveis informando a expiração do boleto. As investidas devem gerar os boletos pelo seu acesso na plataforma da Nexoos, a implementação da Wallet nos possibilitou checar se a investida já gerou o boleto com a data de pagamento correta. Conseguimos mapear uma possível inadimplência antes mesmo de ela ocorrer, assim ligamos para todas que não emitiram o boleto afim de auxiliar em qualquer contratempo que vir ocorrer.

Em D+1 de atraso encaminhamos outra mensagem via WhatsApp informando sobre o primeiro dia de atraso.

Separamos a cobrança através de fases, na primeira fase estão as empresas com atraso de 1 á 7 dias, normalmente são investida que teve pequenos problemas no fluxo de caixa, tentamos entender o que houve e encaminhamos o boleto para a data mais próxima, as ligações de cobrança é feita de forma diária bem como e-mails, sms e whatsapp. A probabilidade de recuperação nessa fase é de 93%.

Segunda fase: estão as investidas com 8 á 15 dias em atraso, a cobrança é feita via telefonemas, e-mails, WhatsApp e sms diariamente, os avalistas também são informados do atraso e avisados sobre a possível negativação nos Órgãos de proteção ao crédito. Nessa fase a probabilidade de recuperação é de 84%

Terceira fase: estão as investidas com 16 á 22 dias em atraso, todas as investidas a partir do 16º é negativada junto com os avalistas da operação nos Bureaus de crédito, todos recebem a carta de negativação do Órgão privado e a notificação via e-mail por parte da Nexoos, além das ligações diárias do nosso time de cobrança. A probabilidade recuperação nessa fase é de 75%

 

Quarta fase: Estão as investidas com 23 á 30 dias em atraso, as ligações e e-mails são diárias até contato com o representante financeiro e a definição data exata de pagamento da parcela em aberto. A probabilidade de recuperação nessa fase é de 62%

 

Quinta fase: Estão as investidas com 30 á 60 dias em atraso, a cobrança é feita diariamente, e todos os envolvidos na operação são informados da possibilidade do envio da cobrança ao nosso departamento jurídico, nessa fase também iniciamos o processo de cessão para que os próximos passos sejam concluídos. A probabilidade de recuperação nessa fase é de 53%

 

Sexta fase: Investidas com atraso superiores a 60 dias em atraso, nessa fase todos os casos já foram encaminhados ao nosso departamento jurídico para que outras medidas sejam tomadas, as atualizações são feitas a cada 15 dias de acordo com o seu andamento.

Entenda sobre renegociação

Imprevistos infelizmente podem ocorrer durante o plano de pagamento estabelecido, fazendo com que o fluxo de caixa da investida não suporte mais o valor das parcelas mensais, o ideal é que as parcelas sejam quitadas no seu valor integral, mas entendemos que em alguns casos realmente não seja possível.

Nossa renegociação só possível com a quebra de parcelas.

Ex: Se o fluxo original de pagamento for em 24 parcelas iguais, e a investida estiver quitado 14 parcelas ainda faltarem 10 e não conseguirem mais realizar o pagamento na sua totalidade por algum tempo ou até a finalização, a renegociação poderá completar a quebra de todas parcelas estendendo o prazo em até 20 meses seguidos.

Ou seja, uma parcela que para a empresa é 10.000,00 (no plano original) poderá se torna 5.000,00 mensais em 20 vezes, em caso de quebra das parcelas (renegociação) o vencimento original não é alterado, multas e juros são contabilizados a partir do vencimento original estabelecido no início do contrato, mas terá uma nova data de pagamento que ficará visível na aba de empresas renegociadas.

Essa medida faz com que o retorno do investidor se estenda, mas é importante lembrar que todos os juros e mora arrecado é repassado aos investidores envolvidos na operação.

Entenda o processo de cessão?

A cessão pode ocorrer em duas hipóteses, em caso de inadimplência com atraso superior a 45 dias ou em casos de renegociação do fluxo original.

O processo de cessão só acontece nas CCB’s (Cédula de crédito bancário) que foram emitidas pela a nossa financeira parceira Socinal (emissões antes de setembro de 2019). Esse processo é feito a cada 15 dias com isso resgatamos os valores restantes de cada RDB (Recibo de depósito bancário) trazendo toda responsabilidade para a Nexoos Gestão de Ativos (Empresa do grupo Nexoos, responsável por investidas inadimplentes), após o resgates das RDB’s emitimos o termo de cessão (Documento que cede o direito sobre cada CCB) que precisa ser assinado pelo os responsáveis da Socinal e Nexoos.

O estágio de cobrança judicial se inicia após o resgate das RDB’s. Após ocorrer o resgate os investidores recebem um e-mail informando sobre a cessão e a investida já aparecerá em cobrança judicial no acompanhamento de inadimplentes, é importante que sempre confira as informações e, histórico de pagamento das parcelas para acompanhar o real estágio da sua investida.

Após a assinatura do termo de cessão, reunimos todos os documentos necessários (todos os documentos exigidos no início da operação mais o comprovante de desembolso) e encaminhamos ao nosso departamento jurídico.

Processos de cobrança judicial

 

Quando a CCB (Cédula de crédito bancário) chega a um de nossos escritórios jurídicos especializados em Cobrança e Execução de Extratítulos damos o prazo de 15 dias para a tentativa de um acordo extrajudicial (sem que ação esteja em curso), esse prazo é exatamente o tempo em que a inicial demora para ser elaborada. Passado o prazo, a ação de execução é distribuída na comarca de São Paulo e o título passa a ser cobrado de forma judicial, porém o time de cobrança dos escritórios continua com as ligações para a tentativa da formalização de um acordo de forma amigável.

Os investidores podem acompanhar o andamento processual através da nossa plataforma que é atualizada de acordo com o andamento processual a cada 15 dias.

Entenda a diferença na cobrança das CCB’s emitidas pela a Nexoos SEP e Socinal

As CCB’s emitidas pela a nossa financeira parceira (Socinal) tem um processo mais longo e moroso para entrar em cobrança judicial devido a cessão e os documentos que precisam ser emitidos para comprovar a legitimidade da Nexoos no âmbito jurídico.

Já as CCB’s emitidas pela a Nexos SEP tem o processo muito mais rápido e eficiente, nessas CCB’s em caso que precisaremos encaminhar ao jurídico todos os documentos necessários já estão a disposição em nosso banco de dados e não precisamos realizar nem o resgate das RDB’s e nem a elaboração do termo de cessão fazendo que todos os demais processos fiquem muito mais rápidos.

7 comentários em “Inadimplência na Nexoos: Tudo o que o Investidor Precisa Saber”

  1. Boa tarde!
    Vocês poderiam atualizar os dados de inadimplência regularmente, né? E separar a inadimplência de acordo com os ratings fornecidos aos empréstimos. Ajudaria bastante os investidores.
    Obrigada!

    1. Gabriela Campaner

      Olá, Renata!Tudo bem contigo?

      Primeiramente, agradecemos pelo seu feedback.

      A Nexoos está crescendo e é sempre importante ouvir e conhecer a opinião dos nossos Investidores/Empresas. O nosso Time já está analisando essa possibilidade de implementar um relatório na plataforma. Enquanto isso, sempre que precisar desses dados, pode nos encaminhar um e-mail (para [email protected]) e batemos um papo sobre esse assunto 😉

      Qualquer dúvida estamos à disposição! Abraço.

      1. Otavio Koenig Beppler

        Bom dia. Falei há pouco com o Fabrício, e minha recomendação é que vocês publiquem o relatório de Portfolio At Risk (PAR) por faixa de atraso mensalmente, da carteira total Nexoos (contas a receber total), dentro da área do investidor. A vencer R$ X, Vencido até 30 dias R$ Y, Vencido entre 30 e 60 dias R$ W, Vencido entre 60 e 90 dias R$ Z, Vencido entre 90 e 180 dias R$ K, e vencidos a mais de 180 dias R$ T. Assim cada investidor pode comparar a situação de sua própria carteira com a carteira geral para entender se sua estratégia está indo bem ou não, e ajustar se necessário.

  2. WANDERSON OLIVEIRA

    Bom dia. Quando tenho um prejuízo mensal na Bolsa de valores eu posso declarar esse prejuízo e compensá-lo nos meses seguintes.
    Essa compensação de prejuízo também vale para inadimplências?
    Obrigado.

  3. Raul Viana de Santana

    Boa tarde! Tenho na minha carteira uma empresa inadimplente e gostaria de saber os próximos passos para poder recuperar o valor pois o montande total emprestado foi de 2.000,00 e já ficou a 90 dias.
    Empresa Sul Transportes.

    Aguardo retorno e obrigado

  4. Augusto Vellozo

    Quando uma empresa fica inadimplente e é cedida, quanto tempo em média demora o processo judicial? Qual a taxa média de recuperação?

  5. A Nexoos deveria ter um grupo para os investidores das empresas, desses que podem ser feitos no Google. Os investidores precisam conversar sobre as empresas inadimplentes, uma vez que precisarão se unir para encontrar meios de receber o investimento. Estou com uma empresa inadimplente no portfólio que vem protelando os pagamentos e a Nexoos não consegue definir se será executada judicialmente ou se vai tentar renegociar. Fora que o retorno que a central de cobrança dá é muito vago.

    Precisam melhorar muito nessa questão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
Rolar para cima